Vamos falar a real sobre cozinhar?

A vida, no geral, costuma ser ralação pura. Cozinhar é cura, mas também é trabalho. E é esse trabalho que as pessoas evitam quando consomem alimentos processados e ultraprocessados.

“Precisamos cozinhar mais a nossa comida”, escuto o tempo todo sendo bradado pelos quatro cantos do mundo, quase como um suplício dos bem intencionados em defender uma alimentação nutritiva e saudável.

Se por um lado, essa é uma campanha super necessária, principalmente quando lembramos que os moradores das cidades estão consumindo cada vez mais alimentos fabricados por grandes empresas, os tais alimentos processados e ultra processados. Por outro, pode encobrir os verdadeiros desafios de uma alimentação mais adequada.

E sabe por que? Porque cozinhar o que ficou comum chamar hoje em dia de comida de verdade, a boa e velha comida caseira, isso demanda tempo, disposição, organização, e claro, manter a casa sempre abastecida com ingredientes frescos.

Aqui em casa, por exemplo, o trabalho na cozinha começa cedo. Mesmo assim estou sempre correndo contra o tempo: é preciso dar conta do café da manhã, depois o almoço, o lanchinho da escola do meu filho, e não raro o jantar – sempre tento fazer comida a mais no almoço para sobrar para o jantar, mas às vezes simplesmente não rola! Ah, ainda tem a louça na pia e o fogão para limpar, não podemos ignorar essa etapa importante do processo envolvendo o cozinhar!

Na boa, é preciso tempo para fazer tudo isso! E claro, é preciso que alguém se dedique a fazer tudo isso! No meu caso, eu mesma me encarrego de todos esses afazeres. E nem pense que falo isso com orgulho. Longe de mim ficar me vangloriando dessas coisas! Só que assim como eu, provavelmente são outras mulheres que cuidam da alimentação da maioria dos lares dos brasileiros.

E não vou mentir: são poucos os dias em que faço tudo sorrindo. Porque é desgastante, repetitivo e sempre preciso fazer tudo em um curto espaço de tempo. É tipo Master Chef mas sem foie gras e frutas vermelhas. Porque o cotidiano é de comida simples, acessível. E a vida, veja bem, não é feita apenas de comida. Tem um milhão de outras coisas para serem feitas! E precisamos dar aquele jeitinho para conciliar tudo se quisermos manter o cuidado e respeito pela boa alimentação e pela saúde.

Então não se importe se você sentir um leve incômodo com essa gente bonita da televisão mostrando como é rápido e fácil preparar aquela refeição completa, super gostosa, fresca e saudável. A gente até se diverte vendo esses programas – e não é justamente para isso que eles foram feitos?! Mas a vida, no geral, costuma ser ralação pura. Cozinhar é cura, mas também é trabalho. E é esse trabalho que as pessoas evitam quando consomem alimentos processados e ultra processados.

Cozinhar a própria comida talvez tenha se tornado um ato subversivo em tempos de hiper capitalismo justamente porque quando preparamos nossa própria comida estamos ocupando nosso tempo com nós mesmos. Com o nosso corpo e nossa saúde. Sem remuneração ou qualquer status. Quando muito, um elogio ou uma memória afetiva de nossos entes queridos. Cozinhar é tudo isso ou nada além disso. Depende do seu humor no dia…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.